CASES » Companhia de Mineração

Grande empresa privada nacional, com participação em vários estados e países, com produção voltada para a exportação.

Desafio

cm1
O crescimento da empresa demanda a assimilação de um grande grupo de novos profissionais em diversos segmentos, desde as áreas de prospecção e engenharia até as áreas de suporte e administração.

Estes profissionais eram admitidos na empresa pela base da pirâmide como trainees e recebiam um volume considerável de investimento, tanto em capacitação como no acompanhamento e assimilação das funções.

Entretanto, estes investimentos eram efetuados sem que regras efetivas de retorno fossem estabelecidas, o que dificultava a visão da empresa neste sentido e também carregava de subjetividade o processo de avaliação e promoção dos profissionais ao final do programa de trainees.

Por outro lado, havia um desconforto da direção da empresa em relação aos resultados do processo de mentoring inserido no modelo de capacitação dos trainees, seja pela ineficácia, seja pela falta de objetividade. O profissional entrava em uma área sem a existência de um profissional sênior responsável por ele.

Abordagem

Consideramos como ponto focal da abordagem, a redução do tempo de maturação dos trainees e a objetividade na mensuração dos resultados apresentados.

Para tanto, criamos um modelo de acompanhamento dos novos profissionais, desde sua entrada na empresa até a efetiva alocação no novo profissional em sua área destino.

Este modelo era composto por um processo de coaching efetivo, onde o profissional sênior, indicado pela área de recursos humanos, definia um ou mais projetos aos quais os trainees seria associado ao longo do programa, com indicadores e métricas específicas de resultado.

Os consultores da GDT Brasil foram responsáveis pelo desenho do processo e metodologia de gestão de trainees, capacitação dos profissionais seniores para atuarem como coach e principalmente, foram responsáveis pela mediação da relação entre coach, trainee e empresa.

Resultados

Como resultado, o índice de aproveitamento dos trainees elevou-se de 35% para 90% e criou-se um modelo efetivo de coaching e mensuração de resultados.